Blog

Experiência do Candidato: O que é e como melhorar

Saiba como a experiência do candidato influencia na atração dos candidatos mais qualificados e descubra dicas para melhorar esse processo.

Carolina Farah
Updated on
Capa do blog sobre experiência do candidato com a legenda "Experiência do Candidato: Descubra tudo o que você precisa saber"

Um dos principais objetivos dos profissionais de recrutamento é o de promover um processo de seleção assertivo, que contrate os candidatos qualificados.

Mas se de um lado o time de RH busca atrair os melhores profissionais para compor o seu time de colaboradores, do outro lado, os melhores candidatos buscam também as melhores empresas.

Principalmente em processos seletivos remotos, a Experiência do Candidato conta muito na hora dessa escolha. Por isso, todas as estratégias são bem-vindas para tornar essa experiência o mais positiva possível.

Reunimos neste artigo tudo o que você precisa saber para melhorar a Experiência do Candidato, além de estratégias imbatíveis na hora de atrair os melhores colaboradores.

Neste artigo você vai ver:

  • O que é a Experiência do Candidato?
  • Qual é a importância da Experiência do Candidato?
  • 13 passos para melhorar a Experiência do Candidato

O que é a Experiência do Candidato?

A Experiência do Candidato está relacionada com o nível de satisfação dos candidatos durante todo o processo seletivo – desde o recrutamento até a contratação. Ou seja, tal como focar na experiência do cliente da sua empresa, proporcionar boas experiências para o seu candidato é fundamental para o fortalecimento da sua marca empregadora.

Segundo a revista Exame, cerca de 70% dos candidatos consideram a reputação da empresa como um fator importante para o interesse por uma vaga. Além disso, 18% dos candidatos desistem da vaga após uma experiência ruim durante o processo seletivo.

Qual é a importância da experiência do candidato?

Se você acredita que o problema de uma péssima experiência do candidato termina após o fim do processo seletivo, você está enganado. 

Após uma experiência ruim, o candidato deixa de ser apenas alguém que tem uma visão negativa do seu processo seletivo – e que, provavelmente, não irá participar de outros – para se tornar uma pessoa que compartilha essa experiência negativa em ciclos de amigos, redes sociais, etc.

Ou seja, ele pode facilmente se tornar um detrator da sua empresa. E dessa forma, por meio de comentários ruins e informações negativas, situações como essa podem prejudicar seriamente a imagem da sua marca empregadora.

Se você acha que isso não é algo tão comum, saiba que 76% dos candidatos buscam sites de opinião e redes sociais, como o LinkedIn, antes de se candidatar para uma empresa. Com o advento da internet, os candidatos têm uma super facilidade de trocar informações sobre empresas e processos seletivos

Por isso, tenha a certeza de que a experiência dos seus candidatos tem sido a melhor possível. Quer uma dica? Acesse a hashtag da sua empresa nas redes sociais e saiba o que os seus candidatos andam falando sobre os seus processos seletivos.

– 87% preferem quando os anúncios contém todas as informações necessárias para o cargo

– 43% dos candidatos reclamam da falta de feedback nos processos seletivos

– 12% se queixam de questionários muito longos

– 35% desistem da vaga após falhas de comunicação entre a descrição de vaga e o que é proposto depois pelo recrutador

13 Passos para melhorar a experiência do seu candidato

A experiência do candidato vai além do processo seletivo – ela define a imagem que a sua empresa vai ter, a relação com o seu público externo e interfere diretamente na seleção dos melhores candidatos para o seu time. É o primeiro passo para promover a eficiência e o bom relacionamento com os seus colaboradores no futuro.

Bom, ficou claro que essa experiência é um fator super importante para o desenvolvimento da sua empresa, não é mesmo? Por isso, confira agora os 13 passos para melhorar a experiência do seu candidato:

Durante o recrutamento:

O processo de recrutamento é a primeira etapa da experiência do candidato. Nessa fase, ele vai descobrir a sua empresa por meio de anúncios, conhecer o seu espaço de trabalho e entender as atividades e responsabilidades do cargo.

Ou seja, informações que vão afetar diretamente o interesse do seu candidato pela sua empresa. 

Por isso, investir em um recrutamento positivo é fundamental para a atração dos melhores colaboradores. Esse é o momento de encantar os candidatos e fazer com que eles enxerguem a sua empresa como um espaço atraente para trabalhar!

Descubra quais são os passos (e as dicas) para uma boa experiência durante o recrutamento:

1.Invista na sua página de carreiras

A página de carreiras é o primeiro contato que o seu candidato tem com a sua empresa. É nesse espaço que ele terá acesso a informações importantes sobre a sua organização – como a sua cultura e os seus valores. 

Ou seja, a página de carreiras muitas vezes vai ser a responsável pela primeira impressão do candidato e, por consequência disso, pelo interesse dele ou não pela vaga. 

Empresas que investem em uma página de vagas atrativa têm um aumento de 94% no volume das suas contratações.

2. Otimize a divulgação da sua vaga

Quem não é visto não é lembrado! Em parceria com o time de marketing, invista em canais de divulgação que impulsionam o alcance do seu anúncio. Estratégias de SEO, compartilhamento em redes sociais, anúncios em portais de vagas – todas as estratégias são bem-vindas para a otimização da divulgação da vaga.  

3.Descrição do Cargo

A descrição do cargo é o espaço no qual o candidato vai encontrar todas as informações necessárias para a vaga. Uma das principais reclamações dos candidatos, atualmente, é a ausência de clareza e coerência nessas descrições. Por isso, seja objetivo e liste todos os pontos essenciais para o cargo – além, claro, de destacar os diferenciais da sua empresa. 

4.Feedback desde o primeiro momento!

A comunicação entre recrutador e candidato é um dos pilares mais importantes para o sucesso na contratação dos candidatos certos. Ofereça feedback desde o momento e invista em canais diretos de comunicação para que os candidatos tirem possíveis dúvidas durante o processo.

Durante a seleção:

A fase de seleção deve ser construída com atenção pois pode ser um momento delicado para o candidato. Não saber se será selecionado ou quais serão as próximas etapas do processo seletivo pode afetar diretamente o desempenho do candidato.

Por isso, invista em uma comunicação direta com os seus candidatos, forneça feedbacks no tempo adequado e promova um processo seletivo prático e efetivo, que faça com que o seu candidato se sinta à vontade para demonstrar as suas habilidades da melhor forma possível.

Saiba como fazer isso com as etapas da experiência do candidato durante a seleção:

5.Invista em usabilidade

Você deve saber que, sem as ferramentas corretas, processos seletivos que demandam o recebimento de muitos currículos podem levar dias – ou até semanas – para serem finalizados.

Investir em ferramentas que resolvem esse problema, como plataformas ATS, não só facilitam a vida dos recrutadores, como também melhoram a experiência dos candidatos. O ATS torna esse processo muito mais eficaz, rápido e dinâmico!

6.Crie uma persona para o seu processo seletivo

Entender o perfil do seu candidato é o primeiro passo para a criação de uma jornada que faça sentido para o que você está buscando. Por meio de pesquisas e questionários, desenhe a persona exata do candidato perfeito para a sua vaga e foca nessas características no decorrer do seu processo seletivo. 

7.Forneça um processo seletivo personalizado

Após criar a persona do seu candidato, produza um processo seletivo que faça sentido para essas características. Então se pergunte: “Para essa vaga seria interessante a gravação de um vídeo de pré-entrevista? Faz sentido a aplicação de um teste de idioma? Neste processo seletivo é legal que eu faça algum teste de personalidade?”

8.Atualize o seu candidato

Você sabia que menos de 40% das empresas atualizam os candidatos acerca do status da vaga? Manter uma comunicação direta, que informe os o prosseguimento de todos os passos do seu candidato, é fundamental para uma boa experiência durante o processo seletivo. 

Atualize os seus candidatos sobre os desempenhos nas etapas passadas e informe-os sobre as etapas seguintes. Dessa forma, você evita que o seu candidato fique ansioso, aumenta o engajamento dos participantes, e ainda promove uma aproximação entre os candidatos e a empresa.

9. Promova uma experiência positiva desde a entrevista! 

O momento da entrevista é um ponto chave para a impressão que o candidato vai ter da sua empresa. 78% dos candidatos dizem que a entrevista é um indicativo de como a empresa valoriza os seus colaboradores. Por isso, essa é a hora de fazer com que o seu candidato se sinta especial.

Trate esse profissional com atenção, ofereça bons feedbacks e cumprimente-o adequadamente. Ou seja, faça-o sair da entrevista com a impressão de que ele é importante para a sua empresa – independentemente do resultado. Seja criativo e transparente! O candidato precisa sentir que faz parte da sua empresa desde esse primeiro momento.

Durante a contratação: 

A contratação é a última etapa do processo seletivo. Nessa fase, o profissional vai finalmente deixar de ser um candidato para se tornar um colaborador. Dessa forma, uma experiência positiva é fundamental para a relação que esse profissional vai ter com a sua empresa no futuro.

Outro ponto importante é focar na experiência de candidatos que não foram selecionados. Ofereça bons feedbacks e tenha a certeza de que os outros candidatos vão sair do seu processo seletivo com uma impressão positiva da sua empresa.

Por isso, reunimos logo abaixo quais são as etapas da experiência do candidato durante o processo de contratação e como você pode melhorá-la:

10.Invista em feedback

Uma das maiores reclamações dos candidatos é com relação a ausência de feedbacks úteis após o processo seletivo – muitas empresas nem sequer avisam que o candidato foi desqualificado. Além de gerar uma imagem super negativa da sua marca empregadora,  procurar emprego é cansativo e demanda muito tempo do candidato. Por isso, o recrutador pode ser um grande aliado nesse processo. 

Evite deixar o candidato sem resposta e, se possível, ofereça um feedback sincero e de qualidade. Dessa forma, o candidato consegue entender quais foram os pontos que fizeram com que ele não fosse selecionado para a vaga e busque formas de melhorar para um próximo processo seletivo.

Com essa boa experiência, esse mesmo candidato pode buscar qualificação e, quem sabe, voltar muito mais preparado em um outro processo seletivo da sua empresa. 

11.Impressione desde o onboarding

Após a contratação, o Onboarding é o primeiro contato do candidato com as responsabilidades que ele vai ter dentro da empresa. Logo, ofereça todas as informações que ele precisa, tire as dúvidas que possam surgir e demonstre quais são as metas e os objetivos da empresa.

Ofereça um ambiente adequado para que ele já comece a realizar as suas tarefas. Esclareça sobre a rotina da empresa, dê acesso aos equipamentos necessários – e-mail, aparelhos eletrônicos, plataformas, mesa de trabalho, etc.

Ou seja, faça com que o seu novo colaborador se sinta amparado com tudo o que ele precisa para começar os trabalhos. Organização nessa fase é fundamental!

12.Promova socialização desde o primeiro momento

Todo início em um espaço de trabalho é uma nova experiência para qualquer profissional. Por isso, faça com que o seu novo colaborador se sinta importante para a sua empresa.

Apresente-o para os outros colaboradores do time, dê espaço para que ele possa se apresentar para as outras pessoas e ofereça um espaço acolhedor. O seu colaborador precisa se sentir parte da sua empresa.

13.Escute o seu novo colaborador

Esse é o momento de você ter o seu feedback! Agora que esse candidato faz parte do time de colaboradores da sua empresa, entenda quais foram os pontos fortes e os pontos fracos do seu processo seletivo para ele, estimule a troca de insights e escute sugestões que podem surgir. É hora de vocês pensarem juntos em como construir um recrutamento mais positivo.