Lifelong Learning: Entenda o que é e quais são os benefícios

Descubra tudo o que você precisa saber sobre esse novo conceito, qual é a sua importância para o mercado, além de dicas de como você pode se tornar um Lifelong Learner!

Beatriz Medeiros
Updated on

O Lifelong Learning – que em tradução livre significa “aprendizado para a vida toda” – consiste na busca pela qualificação na qual o indivíduo nunca para de aprender. Ou seja, é a educação contínua, não importa em qual fase da carreira você esteja.

Encontrar profissionais qualificados, que estejam alinhados às lacunas de competências provocadas pelas constantes mudanças tecnológicas, se tornou um desafio cada vez mais difícil para os gestores. 

As formas tradicionais de qualificação não conseguem mais alcançar essas transformações e, por isso, se destacam no mercado aqueles colaboradores que buscam por atualização. Ou seja, ser um profissional que não para de aprender é a chave para o fechamento dessa lacuna de habilidades.

A Pesquisa Anual Global de CEOs realizada pela PWC, que discute as principais agendas dos líderes em todo o mundo, afirma que o atual gap de talentos é um tema global de grande preocupação. 

Nos últimos anos, devido ao aumento dessa lacuna de competências, a aprendizagem contínua tornou-se ainda mais fundamental para que as contratações de colaboradores se tornem mais bem sucedidas. 

Quer saber mais sobre o tema? Reunimos neste post tudo o que você precisa saber sobre o assunto, além de insights que irão te ajudar a aplicar essa estratégia ainda hoje na sua empresa.

O que você vai ver neste artigo:

  • O que é Lifelong Learning?
  • Os 4 Pilares do Lifelong Learning
  • Qual é a importância do Lifelong Learning?
  • Os benefícios do Lifelong Learning
  • Como aplicar uma estratégia de Lifelong Learning

O que é Lifelong Learning?

O Lifelong Learning é, basicamente, a ideia de nunca parar de aprender – independentemente de que momento da vida você esteja ou de qual carreira você escolheu seguir, o aprendizado para a vida toda é a melhor estratégia para fechar o “gap” de competências que existe hoje em dia no mercado.

O Lifelong Learner é aquele profissional que passa a vida toda em busca de aprender novas habilidades. Ou seja, além da educação tradicional  – graduações, cursos técnicos, etc. – ele também busca por meios de qualificação complementar que possam o manter atualizado e em uma posição de destaque no mercado.

Quando se trata das empresas, o papel do lifelong learning é tornar as equipes mais qualificadas e alinhadas com as necessidades de competência que vão surgindo para a empresa. Essa atualização pode acontecer por meio de treinamentos, palestras, materiais direcionados, workshops, podcasts e cursos – com as ferramentas certas, as possibilidades de aprendizado são infinitas.

Os 4 pilares do Lifelong Learning 

Segundo a fundação The Lifelong Learning Council Queensland, o aprendizado para a vida toda se baseia em 4 principais pilares:

1.Tenha prazer em aprender: 

Para que o conhecimento seja devidamente absorvido, crie uma visão positiva para o seu aprendizado. A curiosidade, a aplicabilidade a cenários da vida real, o direcionamento das competências e a análise crítica do que foi aprendido contribuem para o sucesso da aprendizagem ao longo da vida.

2. Aplique o que foi aprendido: 

Transforme a aprendizagem em competências: por meio de formação de formação, aplicabilidade no trabalho, projetos e outras formas de oportunidades. O fato é que colocar em prática o conhecimento adquirido é fundamental para o sucesso na aprendizagem.

3. Aprenda socialmente: 

Compartilhar o conhecimento adquirido com outros colaboradores do time e receber feedbacks é uma ótima forma de fomentar uma aprendizagem escalável. 

4. Assuma o comando: 

Torne-se proativo na jornada de aprendizagem, crie trilhas de aprendizagem personalizadas e monte uma rotina de aprendizado que faça sentido para você.  

Qual é a importância do Lifelong Learning?

Com a velocidade na forma com que as mudanças ocorrem no mundo contemporâneo, o conhecimento adquirido pela educação tradicional não consegue acompanhar essas transformações e, rapidamente, essas habilidades se tornam obsoletas. 

Para as empresas, o impacto disso é um problema cada vez mais comum entre os gestores: a ausência de profissionais qualificados no mercado de trabalho. A partir daí, o que fica claro é que há uma falha muito grande na jornada para o emprego. Ou seja, enquanto milhões de candidatos com potencial se encontram sem oportunidades de trabalho, do outro lado, os recrutadores não conseguem encontrar profissionais capacitados o suficiente para contratar.

Após a pandemia de Covid-19, os problemas gerados por esse “gap” de habilidades se tornaram ainda mais evidentes. É o que confirma uma pesquisa realizada pela  Organização Internacional do Trabalho (OIT) que estima que cerca de 205 milhões de empregos serão perdidos até 2022. Ao mesmo tempo, para os recrutadores, a tendência é que haja outro problema: em até dez anos, haverá mais vagas abertas do que talentos disponíveis no mercado.

É nesse contexto que o Lifelong Learning surge como uma forma de aprimoramento de habilidades já existentes, melhoria de valor no mercado e de uma constante construção de novas competências. 

Segundo a pesquisa “Lifelong Learning: Why do we need it?”, realizada pela Universidade de Teerã, os profissionais que têm um maior potencial de atualização e adaptação têm mais possibilidades de atingir cargos mais altos e de conquistar melhores oportunidades de carreira. 

“Lifelong Learning: Why do we need it?”, Universidade de Teerã

Os desafios do Reskilling

Por mais que muitos profissionais acreditem que o aprendizado termina após a conquista de um diploma, as mudanças tecnológicas estão aí para provar que essa mentalidade está cada vez mais ultrapassada. O fato é que o mundo mudou e a forma em que as pessoas aprendem também acompanhou essa mudança.

Para um bom desempenho da carreira, os colaboradores precisam estar atentos às mudanças do mercado e buscar sempre novas formas de se atualizar. O reskilling que, em tradução literal significa “requalificação”, consiste na construção de habilidades que irão tornar o profissional apto tanto para atender a novas demandas, quanto para uma mudança de carreira caso isso seja o desejo do colaborador. 

Para que essa atualização aconteça, o profissional precisa estar focado em uma aprendizagem contínua. Ou seja, que o torne pronto para as novas tendências que surgem no seu setor.

Os benefícios do Lifelong Learning

O principal foco do conceito de Lifelong Learning é tornar as equipes cada vez mais prontas para atingirem os seus objetivos e enfrentar possíveis problemas que possam surgir para o seu negócio. 

Além disso, é uma solução que pode ser utilizada tanto para o desenvolvimento de Soft Skills, quanto para Hard Skills. Descubra, logo abaixo, quais são os outros 9 benefícios do Lifelong Learning para empresas e colaboradores:

  • Qualificação dos seus colaboradores
  • Capacitação mais rápida e efetiva
  • Crescimento da sua empresa
  • Engajamento do seu time de colaboradores
  • Desenvolvimento da criatividade
  • Aumento do seu valor de carreira
  • Equiparação com mercado
  • Atualização em tempo real das novas tendências
  • Possibilidade de mudança de carreira

Como aplicar uma estratégia de Lifelong Learning?

De início, fato que não existe uma fórmula perfeita para o sucesso da sua trajetória no Lifelong Learning, tendo em vista que cada indivíduo tem uma forma diferente de aprendizagem. 

Mas existem alguns passos comuns que te ajudam a encontrar o melhor caminho. Descubra na prática quais são eles:

  1. Trace o seu perfil

Aprender não é uma experiência igual para todo mundo. Descubra qual estratégia de aprendizagem faz mais sentido para você e qual formato mais se encaixa no seu dia-a-dia: se é o aprendizado por meio de artigos, vídeos, podcasts, etc.

  1. Crie metas 

A aprendizagem ocorre de forma mais efetiva quando você consegue enxergar uma “linha de chegada”. Por isso, estabeleça metas e objetivos para que você entenda quais atitudes você precisa ter para alcançar a carreira que você deseja.

  1. Desenvolva uma trilha de aprendizagem

Por fim, faça um planejamento que esteja alinhado com aquilo que você está buscando. Liste quais são as habilidades que você precisa desenvolver, separe algumas horas do seu dia para esse aprendizado e, principalmente, adquira ferramentas que facilitem esse processo. Investir em cursos, materiais e em plataformas de aprendizagem é fundamental para colocar a sua estratégia de Lifelong Learning em prática.

Gostou do conteúdo? Conheça a plataforma da Plooral LX e comece hoje mesmo a sua jornada no Lifelong Learning.

Siga a Plooral em todas as nossas redes sociais – LinkedIn e Instagram – para ficar por dentro de tudo sobre o Eduployment!

Deixe um comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *